sexta-feira, 24 de abril de 2015

A beleza da vida está na capacidade de

 correr atrás do que nos faz feliz... 

Marina e meu primeiro livro solo - Dois grandes sonhos realizados

sexta-feira, 17 de abril de 2015

De dentro de mim

Considerando que os dois saíram de dentro de mim, todos os pés da foto são meus...


Mudando de fase

É como um jogo de vídeo game em que vamos mudando de fase. Vai ficando cada vez mais difícil. Quando nasceu quase não se mexia e tudo era muito tranquilo de se fazer. Hoje, para limpar um simples nariz corcoveia mais que um cavalo bagual daqueles utilizados em ginetiadas, "sabequalé"?
Na hora do banho ficar deitadinha me olhando e sorrindo é coisa do passado. Pega impulso com os pés e se atira pra trás com uma força tamanha que não sei se aparto a cabeça pra não bater em nada ou se passo o shampoo. Já estou avaliando a possibilidade de usar biquíni e pé de pato para desempenhar tal tarefa.
O que me fez escrever esse texto foi meu olhar de desânimo que em segundos foi substituído por uma gargalhada depois de um belo tapa na colher na hora de tomar as vitaminas... Já faço isso antes do banho depois de descobrir que mancha para todo o sempre se encostar na roupa.
A cada fase vai ficando mais e mais difícil... Papinha atirada por todos os lados. Tomadas com tampa. Coisinhas pequenas representando um grande perigo se estiverem pelo chão. Cada fase cumprida passamos para outra pior. Saímos vitoriosos a cada conquista como se cada dentinho novo fosse uma nova pontuação. Sei que vou sentir saudades... E Talvez essa saudade seja a pior etapa do jogo do "video game" da minha vida.